segunda-feira, 23 de setembro de 2013

Das minhas viagens...

De 2012 para cá, passei a acompanhar alguns blogs de viagens. Em junho viajei com marido para um final de semana em Campos de Jordão e não queria passar sufoco na viagem e comecei a pesquisar o que fazer e comer por lá. Foi a primeira experiência que tive em organizar viagem. Em 2010, por exemplo, viajamos para Cabo Frio e sabia pouco da cidade, do que comer e do que fazer por lá. A viagem foi ótima, mas sinto que se tivesse pesquisado mais, teríamos aproveitado infinitamente melhor as praias e tudo que a Região dos Lagos tem a proporcionar.

Pesquisar blogs de viagem me ajudou não só nos destinos que fiz desde então, mas também me fez ver a necessidade de se estabelecer um roteirinho básico sempre. Pode parecer chato, mas eu garanto: pesquisar vai ser prazeroso e você vai começar a sonhar e se empolgar com as cores e os sabores que descobrirá na cidade escolhida :)

Mas a primeira viagem totalmente roteirizada que fiz foi para Nova Iorque em setembro de 2012. Viajei com marido e cunhados. A Talita Ribeiro (que escreve nos blogs: Viagem e Voo e Jornalistas que correm), minha cunhada, é alucinada por viagens. Ela e o irmão, meu marido, amam a estrada como poucas pessoas que já conheci nessa vida. Com ele aprendi que a melhor coisa de poder ir para lugares mil é poder ter para quem e para onde voltar. E foi com ela que peguei a mania de pesquisar freneticamente sobre os lugares a serem visitados e, mais do que isso, aprendi que a viagem começa muito antes de você embarcar para seu destino. Fizemos um super roteiro do que queríamos conhecer, onde queríamos comer (isso é coisa séria nessa família) e quando viajamos já sabíamos qual museu ficava perto de tal restaurante e por aí vai.

Depois da viagem várias amigas pediram dicas do que fazer, aí escrevi um e-mail com os lugares que visitamos e minhas impressões sobre eles. Minha maior felicidade foi ver que cada uma aproveitou de um jeito especial. A Juliana e a Cláudia se apaixonaram pelo Five Guys, a Angela me fez inveja com as panquecas do Pershing Square e a Fran se jogou no melhor chocolate quente do (meu) mundo no Jacques Torres. Decidi compartilhar as dicas aqui no blog. Não sei quem vai ler aqui e se vai ajudar alguém, mas sei que Nova Iorque é um destino especial pra muita gente e o que aprendi é que cada um tem/faz a sua Nova Iorque.

Em breve postarei todas as dicas que mandei para minhas amigas e espero que ajude de algum jeito a viagem de alguém :)

2 comentários:

usinadepautas disse...

Oi, Sara.
Que bacana. Tenha sempre brilho nos olhos. Viajar é viver um bocadinho mais.
Abraço carinho para você e o Tiago,

Marcelo Santos

Julio Melo disse...

De viagens saem livros...